CLIQUE AQUI PARA EFETUAR SUA INSCRIÇÃO

X Encontro Internacional Saber Urbano e Linguagem “Artefatos de Leitura”

X Encontro Internacional Saber Urbano e Linguagem “Artefatos de Leitura”
27 e 28 de Novembro de 2019
Labeurb-Unicamp
1ª Circular

 

O Encontro Internacional Saber Urbano e Linguagem, promovido pelo Laboratório de Estudos Urbanos, da Universidade Estadual de Campinas, acontece desde 1999 com a finalidade de promover, na relação entre comunidade acadêmica e sociedade, um fórum de debate internacional em torno da problemática e dos desafios do urbano. Com vistas à compreensão do lugar da leitura no processo de produção de conhecimento, nesta direção, propomos, nesta décima edição, a realização de um evento científico dedicado a: 1. interrogar, da perspectiva da linguagem, o processo de produção de conhecimento de modo a dar lugar a diferentes formas de compreensão do objeto da pesquisa situando o lugar da leitura neste processo; 2. refletir sobre as discursividades do utilitarismo da ciência em circulação na sociedade atual levantando como questão a posição que o conhecimento ocupa nesta conjuntura histórica e política, sobretudo no que diz respeito às ciências humanas, em especial às ciências da linguagem. Considerando a construção de artefatos como parte do processo da produção científica, daremos ênfase à apresentação e discussão dediferentes artefatos de leitura produzidos pelo conjunto de pesquisadores convidados e inscritos no evento. Por artefato, entendemos um objeto de conhecimento fabricado teoricamente, produto de um processo de pesquisa, de natureza variada, que faz parte de uma reflexão. É isso que nos dá a pensar as produções de nosso tempo: podcast, performance, instalações, blogs, dicionários, enciclopédias, app, vídeos, entre outras. A proposta da Mostra de Pesquisa é a de expor esse artefato, mostrando como se deu sua construção e como ele está ligado ao percurso de um trabalho. Desse modo, desejamos acolher trabalhos que apresentem reflexões acerca das práticas de análise constituídas pelo confronto estabelecido entre a teoria e o método que as orientam. O X Encontro Internacional Saber Urbano e Linguagem: “Artefatos de Leitura” abrigará conferências, mostra de pesquisas voltadas à apresentação e discussão de questões em torno do método, práticas de análise e dispositivo de leitura e interpretação, além da realização de atividades científico-artísticas. A mostra de pesquisa contará com a participação de pesquisadores convidados, além de contar com trabalhos inscritos, e consistirá na exposição e debate sobre modos de construção de diferentes artefatos como parte do processo de produção do conhecimento.

Chamada de trabalhos para Apresentação Oral na Mostra de Pesquisas|

Inscrições Gratuitas.

O Período de Inscrição para Apresentação Oral na mostra de Pesquisas será de 23 de setembro a 23 de outubro de 2019. E a divulgação dos trabalhos aceitos está prevista para: 04 de novembro de 2019.

Três critérios norteiam a seleção dos trabalhos:
- ser professor e/ou pesquisador com doutorado;
- ser estudante em curso de doutorado ou de mestrado;
-  o resumo encaminhado à comissão científica deverá estar de acordo com a proposta da Mostra de Pesquisa, isto é, deve apresentar um artefato, mostrando como se deu sua construção e como ele está ligado ao percurso do trabalho. 

As Apresentações Orais comporão as Mostras de Pesquisa. Serão selecionados de 03 a 05 trabalhos para cada mostra que será debatida por um convidado.
A inscrição de cada participante no X EIS será tratada individualmente através da plataforma digital do Labeurb. Cada participante poderá acompanhar o status de sua inscrição, gratuita, individualmente, na área do site, com seu login e senha.

Modalidades de participação

Apresentação Oral na Mostra de Pesquisa

  1. Cada Mostra deve reunir de 04 a 06 pessoas: 01 debatedor que deverá conduzir a sessão e debater os trabalhos de 03 a 05 expositores.
  2. Cabe ao debatedor:
  1. auxiliar a comissão científica do evento na avaliação dos trabalhos submetidos.
  2. Conduzir as comunicações nos dias 27 e 28 de novembro de 2019.
  1. Cabe à comissão científica do evento encaminhar o resultado da avaliação aos proponentes.
  2. Os resumos apresentados deverão conter título, de 2500 a 3000 caracteres, com a indicação de 05 palavras-chave.
  3. O trabalho inscrito pode ser submetido em co-autoria, desde que o co-autor também esteja inscrito.

Ouvinte

  1. A inscrição para ouvinte deve ser realizada na plafatorma digital do Labeurb.

Local: Labeurb – Universidade Estadual de Campinas - Clique aqui e veja como chegar.
27 e 28 de novembro de 2019

Quarta-feira, 27 de novembro  
08h00-09h00
Auditório do Labeurb
Recepção e credenciamento

09h00-09h30
Auditório do Labeurb

Mesa Solene de Abertura

9h30-12h00
Auditório do Labeurb

Conferência de Abertura
Profa. Dra. Alma Bolón Pedretti (Universidad de la República Udelar - Uruguai)

14h00-15h30
Auditório do Labeurb

Mostra de Pesquisas I (com convidados)
Profa. Dra. Carolina Rodríguez-Alcalá (Labeurb-Unicamp)

Profa. Dra. Camila Biazus (UFSM)

Profa. Dra. Maraisa Lopes (UFPI)

15h30-17h00
Auditório do Labeurb

Mostra de Pesquisas II (com apresentação de trabalhos inscritos)

17h00-18h00
Auditório do Labeurb
 

Artefatos Artísticos-Discursivos
Prof. Dr. Emílio Pagotto (Unicamp)

 

Quinta-feira, 28 de novembro  
08h00-09h00
Auditório do Labeurb
Recepção e credenciamento

09h00-10h30
Auditório do Labeurb

Mostra de Pesquisas III (com convidados)
Profa. Me. Larissa Becko (Unisinos)

Profa. Dra. Cristiane Dias (Labeurb-Unicamp)

Profa. Dra. Verli Petri (UFSM)

10h30-12h00
Auditório do Labeurb

Mostra de Pesquisa IV (com apresentação de trabalhos inscritos)

14h00-16h00
Auditório do Labeurb

Conferência de Encerramento
Profa. Dra. Eni Puccinelli Orlandi (Unicamp)

15h30-17h00
Auditório do Labeurb

Coffee-break

16h30-17h00
Auditório do Labeurb
 

50 Anos da obra “Análise Automática do Discurso”: um  momento a celebrar

 

Os mapas com a localização do Auditório do Labeurb podem ser acessados nesse link.
 

 

 

Modalidade de participação

Mostra de Pesquisa

1 – Cada proponente deverá se inscrever para apresentar seu trabalho na Mostra de Pesquisa.

2 – O trabalho proposto deve estar em sintonia com a proposta do evento.
3 – Cada Mostra reunirá de (03) três a (05) cinco trabalhos e (01) um debatedor a ser indicado pela comissão científica.
4 - Cabe à comissão científica do evento encaminhar o resultado da avaliação aos proponentes.
5 - Os resumos apresentados deverão conter título, de 2500 a 3000 caracteres, com a indicação de 05 palavras-chave.
6 - O trabalho inscrito em simpósio pode ser submetido em co-autoria. Nesse caso, todos os proponentes devem se inscrever.

Três critérios norteiam a seleção dos trabalhos:
- ser professor e/ou pesquisador com doutorado;
- ser estudante em curso de doutorado ou de mestrado;
-  o resumo encaminhado à comissão científica deverá estar de acordo com a proposta da Mostra de Pesquisa, isto é, deve apresentar um artefato, mostrando como se deu sua construção e como ele está ligado ao percurso do trabalho. 

Presidente da Comissão Geral
Eduardo Guimarães


Organização Geral
Cristiane Dias, Greciely Costa e Marcos Barbai

Comissão Científica
Carolina Rodríguez
Cristiane Dias
Claudia Pfeiffer
Eduardo Guimarães
Eni Orlandi
Greciely Cristina da Costa
José Horta Nunes
Marcos Barbai

Comissão de apoio técnico
Fábio Bastos
Jorge Abrão
Kelma David

Comissão de apoio acadêmico
André Coelho - Iel
Bruna La Serra – Iel/Labjor
Clevisvaldo Lima Pinheiro – Iel
Jaqueline Stenico – Iel/Labjor
Marília Boczar – Iel/Labjor
Rosana Gimael – Iel/Labjor
Fernanda Gonçalves – Iel/Labjor
Guilherme Ferragut - Iel
Guilherme Henrique Vicente - Iel/Labjor
Olívia do Couto - Iel
Thaís Ribeiro Alencar - Iel/Labjor
Victória Bernardino Coelho - Iel/Labjor

Eni Puccinelli Orlandi - Pesquisadora do Laboratório de Estudos Urbanos - Nudecri/Unicamp, professora colaboradora do IEL da Universidade Estadual de Campinas. É autora de livros como: As formas do silêncio (1992, reeditado em 2015, vencedor do prêmio Jabuti), Discurso em Análise (2012), Eu, tu, ele (2017). É pesquisadora 1A do CNPq. -
Alma Bólon Pedretti (UdelaR) - É professora titular efetiva de Literatura Francesa no Instituto de Letras (Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación – UdelaR) e professora agregada efetiva de Linguística Aplicada - Carreira de Tradução (Facultad de Derecho – UdelaR) no Uruguai. Integrante do grupo de pesquisa “Filosofia Teórica da Comunicação” (Discurso, Universidade, tecnologia, globalização), ativo desde 1999, e do grupo “Montevideana” (Comparatismo), ativo desde 2003, autoidentificados en CSIC 2014 (No.882487). Entre sus últimas publicaciones, como editora, figura "Ducasse Maldoror Lautréamont - Mayo del 68 - Erotismo Sexualidad" (Montevideo: Universidad de la República & Linardi y Risso, 2019, 427 páginas), y como autora "Onetti francés. Estudios de lengua, literatura y civilización francesa en Onetti" (Montevideo: Universidad de la República/CSIC, 2014, 206 páginas). Igualmente, publica con asiduidad en la prensa montevideana
Camila Biazus (UFSM) - Possui graduação em Psicologia pelo Centro Universitário Franciscano (UNIFRA-2009), mestrado em Psicologia Clínica pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS e Doutorado em Linguística pela UFSM. Atualmente realiza pós-doutorado (PNPD - CAPES) no Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFSM. É docente no Curso de Psicologia da URI - Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões.
Carolina Rodríguez-Alcalá (Labeurb-Unicamp) - Possui Bacharelado e Licenciatura em Letras (1986) e Doutorado em Linguística (2000), na área de Análise do Discurso, pela Universidade Estadual de Campinas. Realizou estágios de Pós-Doutorado em Linguística, na área de História das Ideias Linguísticas, na École Normale Supérieure - Lettres et Sciences Humaines (Lyon) e na Université de la Sorbonne Nouvelle - Paris III (2002-2003). É pesquisadora Pq B do Laboratório de Estudos Urbanos (Labeurb/Nudecri), da Universidade Estadual de Campinas, e professora plena no Departamento de Lingüística do Instituto de Estudos da Linguagem da mesma universidade. Atua nas áreas de Análise do Discurso, Saber Urbano e Linguagem e História das Ideias Linguísticas. Trabalha principalmente com os seguintes temas: discursos sobre a língua; língua guarani (Paraguai); relações língua, nação e identidade; políticas de língua, gramatização do guarani (período colonial), língua nacional, língua urbana, espaço e ambiência urbana.
Cristiane Dias (Labeurb-Unicamp) -
Emílio Pagotto (Unicamp) - Emilio Gozze Pagotto é professor adjunto do Departamento de Linguística da Unicamp. Fez graduação em Letras na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), mestrado e doutorado em Linguística na Unicamp. Tem trabalhos publicados nas áreas de Linguística Histórica, Sociolinguística e História das Ideias Linguísticas
Larissa Becko - Possui graduação em Comunicação social - Relações Públicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2012), mestrado em Ciências da Comunicação pela Unisinos (2019) e doutorado em andamento em Ciências da Comunicação pela Unisinos. Participa dos grupos de pesquisa CULTPOP - Grupo de Pesquisa em Cultura Pop, Comunicação e Tecnologias, da Unisinos, liderado pela Prof. Dra. Adriana da Rosa Amaral, e Cult de Cultura - Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Arte Sequencial, Mídias e Cultura Pop, das Faculdades EST, no qual lidera junto ao Prof. Dr. Iuri Andréas Reblin. Atua principalmente nos seguintes temas: cultura do fã, super-heróis, performances, identidades e práticas de consumo.
Maraisa Lopes - Maraisa Lopes possui graduação em Letras Português/Inglês e Pedagogia; especialização em Estudos da Linguagem; Mestra e Doutora em Linguística pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Estadual de Campinas. Desenvolveu estágio pós-doutoral em Educação de Surdos (Deaf Education) junto ao Programa de Mestrado em Educação de Surdos e Deficientes Auditivos na Flagler College (Florida/USA). Professora do Curso de Letras-Libras e do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Líder do Núcleo de Pesquisas em Análise do Discurso (NEPAD). Atualmente, é Coordenadora Geral de Graduação, na Pró-Reitoria de Graduação/UFPI.
Verli Petri - Possui Doutorado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e pós-doutorado pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente, é professora associada da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em teorias do texto e do discurso. É coordenadora do Grupo de Estudos Palavra, Língua e Discurso - PALLIND. É pesquisadora do Laboratório Corpus e do Centro de Documentação e Memória, onde orienta trabalhos de iniciação científica, mestrado e doutorado junto ao Programa de Pós-Graduação em Letras da mesma instituição. É bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq.