Discurso, Memória e Processos Identitários


Coordenação Eni P. Orlandi
Equipe Maria Onice Payer, Lauro Baldini, Telma Domingues, Allyson Vitale, Odízia do Nascimento (pequisadores do mestrado da Univas - MG), e o doutorando do IEL(Unicamp) Guilherme Carozza
Financiamento
Convênio
Data de início (not set)
Data de término em andamento
Descrição
O presente projeto de pesquisa visa estudar os processos de identificação dos sujeitos na memória histórico-cultural através da análise dos mecanismos e processos discursivos presentes socialmente em práticas discursivas que envolvem diversos modos de manifestações culturais, na região de Pouso Alegre, MG. Através da análise de manifestações específicas (mídia, trovas, escritos em muros, publicidade, discurso eletrônico, festas locais, monumentos etc.), procuraremos compreender como se dá o processo de produção, em eventos culturais atuais, de tradições e de aspectos da memória discursiva presentes na sociedade brasileira, tomando como observatório a cidade de Pouso Alegre e seu entorno. Mais especificamente, procuraremos analisar como os discursos se produzem e se fixam como memória, na ordem do repetível, em determinada prática discursiva de um dado grupo social e, simultaneamente, como se produz nessa memória a diferença, ou seja, como esse campo do repetível se desloca, tornando-se outro, ganhando especificidade, através de movimentos de sentido e de rupturas sintático-semânticas e conseqüentemente discursivas. A pesquisa procurará, por outro lado, analisar a relação entre esses processos de identificação na memória cultural e a mídia, ou seja, observar o tratamento dado pela Mídia, no atual contexto econômico e ideológico marcado pelo mercado globalizado, à questão da memória: como ela (re)produz seus objetos, fixando uma memória reificada, autorizando e/ou deslocando e animando uma tradição.