Verbetes:

polissemia

Eni Orlandi


Polissemia: são diferentes movimentos de sentidos no mesmo objeto simbólico. Na análise de discurso propus com o múltiplo, do um com o outro, do parafrástico com o polissêmico, do singular, do singular com o plural. Não separo estes termos nem por oposição, nem por dicotomias: não há limites declarados entre um e outro. São processos constitutivos da lingugaem. Ao trabalhar com Cidade, Espaço Urbano, descobri outro jeito de pensar a sociedade na história, atando cidade e so-ci(e)dade. Dessa maneira mesmo: com traços, parênteses, junções-e-separações, sentidos em seu jogo, efeitos de sentidos entre locutores (M.Pêcheux,1969). Pelo dis-curso, compreendi que a cidade sobredetermina o social. Não se distingue mais um do outro. No ajuntamento da quantidade em concentração: aglomeração. No espa,co da cidade: espaço social urbano. Formas e sentidos. Figuras: os menores fragmentos de sentidos me permitem dizer que o real da cidade, como forma, é o PRISMA, entendido como poliSêmico.

Palavras-chave:




Noções: