O gaúcho como herói da decadência em Os ratos, de Dyonélio Machado

The gaucho as an urban hero of decadence in Os ratos, by Dyonelio Machado

Ismael Sebben*
Douglas Ceccagno**





     

Resumo:

O objetivo deste artigo é identificar e analisar, na obra Os ratos, de Dyonélio Machado, com foco em seu protagonista Naziazeno Barbosa, a condição humana do homem citadino perante a Porto Alegre do início do século XX, ressaltando as transformações do mito do gaúcho herói, bem como explicitar os comportamentos daquele que se entende ser um herói da decadência. Para tanto, abordar-se-ão, a partir de textos teóricos que discorrem sobre a Porto Alegre da época, seu espaço e suas vivências, o imaginário das cidades, a relação entre campo e cidade na história e na literatura, além da caracterização do herói da decadência. Assim, com base na representação que os textos teóricos e literários oferecem e mediante a análise da obra de Dyonélio, visa-se a discorrer sobre a mutação do mito do gaúcho herói a partir das transformações do espaço, da subversão de valores e da imposição de novas normas de conduta a que é submetido Naziazeno no espaço urbano.
Palavras Chave: Os ratos; herói da decadência; gaúcho herói; mito.



Abstract:

This essay aims at identifying and analysing, in the book Os ratos, by Dyonélio Machado, and focusing on its protagonist Naziazeno Barbosa, the human condition regarding the city of Porto Alegre in the early twentieth century, highlighting the transformation of the gaucho-hero myth, as well as explaining the behaviors of who’s meant to be a hero of decadence. Therefore, we approach, from theoretical texts that discuss the Porto Alegre of that time, his space and his experience, the imaginary of the cities, the relationship between town and country in history and literature, as well as the characterization of the anti-hero. Thus, based on the representation that the theoretical and literary texts offer, and by analysing Dyonélio’s work, we aim at discussing the gaucho-hero myth mutation from the changes in space, the subversion of values and the imposition of new rules of conduct to which Naziazeno is submitted in the urban space.
Keywords: Os ratos; hero of decadence; gaucho-hero; myth.





Para citar essa obra:
SEBBEN, Ismael; CECCAGNO, Douglas; O gaúcho como herói da decadência em Os ratos, de Dyonélio Machado. In: RUA [online]. no. 24. Volume 2 - e-ISSN 2179-9911 - Novembro/2018. Consultada no Portal Labeurb – Revista do Laboratório de Estudos Urbanos do Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade.
http://www.labeurb.unicamp.br/rua/


DOI: http://dx.doi.org/10.20396/rua.v24i2.8653450

--------------------------------------------------------------------

*Graduado do Curso de Letras da Universidade de Caxias do Sul (UCS). ORCID: https://orcid.org/0000-0001-5380-8992. E-mail: ismaelsebben@gmail.com.
**Doutor em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS); professor do Programa de Pós-graduação em Letras e Cultura da Universidade de Caxias do Sul (UCS). ORCID: https://orcid.org/0000-0001-9709-7854. E-mail: dceccag1@ucs.br.