Memória e movimento no espaço da cidade: Para uma abordagem discursiva das ambiências urbanas

Memory and movement in the city space: For a discursive approach of urban

Carolina Rodríguez-Alcalá*





     

Resumo:

Neste texto apresentamos os resultados de uma pesquisa desenvolvida no quadro do projeto de cooperação internacional cujo objeto foi promover uma discussão interdisciplinar sobre a noção de ambiência urbana a partir de um estudo de campo realizado no espaço público de cinco cidades, a saber, Paris, Bonn, Varsóvia, Tunes e São Paulo. Participaram do projeto especialistas dos campos da arquitetura, do urbanismo, da sociologia, da geografia, da psicologia ambiental, da saúde pública e dos estudos da linguagem, mais especificamente da análise do discurso (doravante AD), campo no qual nos inscrevemos. Propomos, em primeiro lugar, algumas relações que podem ser estabelecidas, do ponto de vista epistemológico, entre a fenomenologia que sustenta a abordagem das ambiências no campo dos estudos urbanos e o dispositivo da AD, para esboçarmos, em seguida, algumas aproximações teóricas e conceituais que a análise de nosso corpus permitirá esclarecer. Mobilizaremos, em termos analíticos, a oposição público/privado, enquanto distinção histórica que dá uma configuração particular ao espaço produzido e às formas de sociabilidade estabelecidas na assim chamada tradição ocidental. A análise, através da noção de memória discursiva, de como tal oposição opera no espaço estudado, determinando a percepção do movimento, poderá contribuir para compreender o que há de comum e o que há de específico nos modos de habitar característicos das cidades brasileiras quando confrontados às outras realidades urbanas que foram objeto de estudo nesta pesquisa.
Palavras Chave: Discurso – Ambiência – Espaço Urbano



Abstract:

This text presents elements for a first approach of the notion of urban ambience from the perspective of discourse analysis (henceforth DA), more specifically of the area of urban knowledge and language, based on a research on the public space of the city of São Paulo. Such research was part of a wider international cooperation project that gathered teams from five countries (France, Germany, Poland, Tunisia, and Brazil) to promote a discussion of this notion from the standpoint of different disciplines (architecture, city planning, sociology, geography, environmental psychology, public health, and language studies), grounded on the analysis of the reality Paris, Bonn, Warsaw, Tunis, and São Paulo. We first propose some relations that can be established, from the epistemological point of view, between the phenomenology that supports an approach of ambiences in the field of urban studies and the device of DA to outline some theoretical and conceptual approximations that the analysis of our corpus will clarify. In analytical terms, we will call on the public/private opposition as the historical distinction that has given their particular configuration to the space produced and to the forms of sociability established in the so-called Western tradition. Through the notion of discursive memory, analyzing how such opposition operates in the space studied to determine the perception of movement could help us discern what is common and what is specific in the ways to inhabit characteristic of Brazilian cities as compared with the other urban realities studied in this research.
Keywords: Discourse – Ambience – Urban Space





Para citar essa obra:
RODRÍGUEZ-ALCALÁ, Carolina; Memória e movimento no espaço da cidade: Para uma abordagem discursiva das ambiências urbanas. In: RUA [online]. 2014, Edição Especial - ISSN 1413-2109/e-ISSN 2179-9911. Consultada no Portal Labeurb – Revista do Laboratório de Estudos Urbanos do Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade. http://www.labeurb.unicamp.br/rua


DOI:

--------------------------------------------------------------------

* Pesquisadora do Laboratório de Estudos Urbanos - Nudecri da Unicamp. E-mail: carolina@unicamp.br Endereço: Labeurb – Laboratório de Estudos Urbanos Unicamp/Cocen/Nudecri Caixa Postal 6166 Campinas/SP – Brasil. CEP: 13083-892